Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



domingo, 5 de outubro de 2008

Extinção: hipóteses malucas

© DK IMAGES
Bem galera, há um tempo atrás eu postei sobre a extinção dos dinossauros, possíveis motivos e épocas do acontecimento. Avisei que em breve postaria sobre as hipóteses mais malucas e inacreditáveis que tentam ou tentaram explicar a extinção em massa dos grandes répteis e aqui nesta postagem vou cumprir o prometido. Até parece político falando não é? Entre as hipóteses aqui apresentadas a maioria delas já foi descartada e algumas ainda são levadas em conta, por incrível que pareça. Também incluo aqui uma nova hipótese que encontrei na internet, e nas comunidades relacionadas a paleontologia esta hipótese está sendo muito discutida.
Abaixo confira as hipóteses mais malucas:
Loucura!!!
Algumas pessoas levantaram a hipótese de que os dinossauros foram extintos devido seu reinado ser muito longo. Afirmaram que por existirem durante 160 milhões de anos os dinossauros enlouqueceram e suas cristas, chifres, golas ou escudos seriam sinais desse enlouquecimento. Só que não levaram em conta que os dinossauros foram modificando-se e não eram os mesmos durante todos os 160 milhões de anos, novos nasceram, foram exintos, espécies novas apareceram e até o final do cretáceo ainda existiam espécies novas surgindo. Então esta hipótese é ABSURDA e NÃO DEVE SER ACREDITADA.
Praga de insetos!!!
Outros tentaram explicar o sumiço dos dinos com uma praga, seria a invasão de lagartas, essas que se transformam em borboletas, que começaram a comer as plantas em excesso e faltou comida aos herbívoros e estes morreram deixando os carnívoros sem comida. Isso é impossível, mesmo os dinossauros herbívoros, que eram muitos, somando saurópodes, ornitópodes, ceratopsianos, estegossaurídeos, anquilossaurídeos e o resto dos herbívoros viventes na época teríamos muitos e mesmo assim não comeriam todas as plantas, imagine um bando de insetos minúsculos. É algo que deve ser levado na brincadeira de tanto que não faz sentido.
Tamanho é documento!!!
Uma das hipóteses mais inacreditáveis é a de que os dinossauros morreram por serem muito grandes, pesados e lentos. Cresceram tanto que não conseguiam se mover e nem comer ou beber água, morrendo desnutridos e desidratados. Nós sabemos que eles não eram lentos demais, também não eram tão grandes a ponto de não poder se mover e muito menos idiotas de ficar parado morrendo de fome. Então descartamos também mais esta hipótese, deve ser IGNORADA.
Churrasco vivo!!!
Pessoas também já disseram que os dinossauros foram extintos pelo calor excessivo, eram muito grandes e retiam muito calor, assim cozinhando a si mesmos devido à sua massa corporal enorme. Hoje isso já não é mais levado em conta porque sabemos que os dinossauros regulavam muito bem a temperatura corporal, seja resfriando ou esquentando, com ajuda de placas, escudos, ou mesmo do seu sangue, que talvez fosse quente.
Falta de inteligência!!!
Louis Dollo uma vez afirmou que eles foram extintos porque tinham uma inteligência limitada e seriam incapazes de viver tanto. Mas sabemos que os crocodilos e tartarugas têm cérebros muito pequenos e assim mesmo são animais extremamente bem sucedidos, tanto que vivem na terra desde a época dos dinos e assim mesmo sobreviveram à extinção. E existiram sim dinossauros inteligentes, ou seja, hipótese sem fundamento.
Epidemia!!!
Alguns teóricos levantaram a hipótese de que morreram por um epidemia de doença, ainda não explicaram qual doença. Porém as doenças geralmente atingem apenas alguns indivíduos de determinada espécie e não todos de todas as espécies, seria exagero uma doença só extinguir todos os dinossauros. Possível é, mas muito mais que possível é improvável, devido à dimensão que a doença teria que tomar, tornando-se uma epidemia mortal.
Soterrados!!
Tá, bem que alguns dinos poderiam ter morrido soterrados, mas apenas alguns e não todos. Mas existe uma hipótese tão absurda, tão louca que eu custei a acreditar que li aquilo. Seria a hipótese de que os dinos fizeram tanto cocô que morreram soterrados na própria m&rd@!!!
Isso é absolutamente inconcebível, tente imaginar a cena e vai perceber que além de nojento é inviável.
Abdução!!!
Entre as hipóteses mais mirabolantes está a de que os dinossauros foram todos abduzidos por alienígenas com seus discos voadores. Praticamente uma mistura de Jurassic Park e ET, grandes sucessos do mesmo diretor, Steven Spielberg.
O predador vira presa!
Outra hipótese é que mamíferos pequenos como gambás e parentes dos mesmos que viviam na época do cretáceo começaram a se alimentar dos ovos dos dinos assim diminuindo gradativamente sua população. Particularmente acredito que isso seria exatamente igual ao caso das lagartas, para que acontecesse essa hipótese, a população de mamíferos teria que ser enorme, até maior que a dos dinossauros.
Plantas perigosas!!
Dinossauros podem ter morrido após ingerir plantas venenosas desconhecidas que deviam ter surgido no cretáceo, causando intoxicação que somada a uma prisão de ventre causada pela falta de ingestão de samambaias que nesta época eram escassas, acabaram exterminando os bichões.
Radiação!!!
Sugeriram certa vez que os gases tóxicos de vulcões destruíram a camada de ozônio e esta permitiu a passagem de raios de luz do sol com radiação alta que cegou os animais que sem ver não comiam e morriam de fome.

É pessoal isso aí são as hipóteses ridículas de que falei, algumas nem acreditei que alguém pudesse crer, e outras dependendo da dimensão do problema até seria possível. Agora pretendo abordar uma nova hipótese, não sei se tão confiável porém interessante e que não tem nada de maluca. Autoria da hipótese é de Luiz Carlos Bravo.

Segundo Bravo, afirma em sua hipótese que no cretáceo os animais viviam em um ambiente com gravidade menor do que a de hoje, o que permitiu atingirem um maior tamanho. Com algumas mudanças no interior do núcleo da Terra a gravidade aumentou tornando os animais grandes vagarosos demais, dificultando a locomoção e tornando-os presas fáceis para predadores de menor massa corporal, ou seja, que ainda continuavam com maior mobilidade. Os pterossauros não conseguiam levantar voo e o répteis marinhos não tinham força para subir até a superfície respirar e acabaram afogando-se, pois ao contrário dos peixes que retiram oxigênio da água, répteis são animais pulmonados e respiram ar direto da atmosfera. Assim dessa maneira, ao ocorrer a separação continental, a velocidade de rotação da Terra que era maior do que hoje diminuiu com a separação da África e América do Sul. Assim todos os animais com mais de 40 quilos foram extintos.
Essa hipótese foi criada a pouco tempo, mas têm gerado muitos comentários. Vamos esperar e ver o que acontece, quem sabe mudam a hipótese e conseguem finalmente explicar a extinção dos dinossauros e outros grandes animais.

Fontes: Edição nº 38 da coleção "Dinossauros descubra os gigantes do mundo pré-histórico".
Site com o texto completo da hipótese de Luiz C. Bravo.

3 comentários :

Henrique disse...

Ri um monte, as melores foram a da abdução e a em que eles são soterrados, tem algumas q fazem um pouco de sentido, mas mas outras...

neto disse...

algumas dessas teorias são realmente enviaveis, essa da abdução é de morrer de rir, é serio deveria ser crime de tentativa de homicideo criar uma teoria tão estupida, isso vale tambem para a que os dinos ficam soterrados na propria bos...muito boa essa postagem

Rafael Augusto disse...

Só Louis Doollo pra fazer uma teoria dessa mesmo (dinos sem inteligencia suficiente)! Tudo bem, ele era um grande paleontólogo mas vale lembrar que até falou que o iguanodon esticava a lingua por um buraco abaixo da mandíbula. Além disso, como os dinos seriam extintos desse jeito se animais como o troodon e os dromeossaurídeos são considerados hoje como um dos animais mais inteligentes dentre os grandalhões jurássicos? Só rindo mesmo!