Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



segunda-feira, 21 de setembro de 2009

A Volta dos Dinossauros (Dinosaurs: Return to Life?)

© Discovery Channel
Como o próprio narrador diz neste documentário, desde Jurassic Park nós sonhamos com a possibilidade de dar vida aos dinossauros, recriá-los e conviver com eles. Ainda não temos tecnologia adequada, nem DNA para fazer esta experiência, mas com avanços tecnológicos e novos achados de fósseis contendo proteínas e colágeno esta história volta à tona e dá novas esperanças aos amantes da paleontologia. Para saber mais sobre o documentário basta expandir a postagem.

Recentes descobertas de proteínas em ossos de dinossauros, como no fêmur de um Tiranossauro rex e no esqueleto fossilizado de um Brachylophosaurus, agora considerado o mais bem preservado já encontrado de todo o registro fóssil ajudam especialistas a determinar parentesco de dinossauros e animais modernos, mas ainda há uma tarefa que podemos considerar impossível atualmente, que é recuperar o DNA de um dinossauro.
Neste documentários os paleontologistas, geneticistas e especialistas de áreas relacionadas debatem sobre a hipótese de recriar um dinossauro a partir do DNA fóssil, chegando à conclusão de que isto é inviável no momento, pois falta o principal ingrediente.

Todos lembram do DNA retirado de insetos presos em âmbar, no filme Parque dos Dinossauros e muitos acham que foi nesta história que tal teoria surgiu. Estão enganados, pois antes mesmo disto, um pesquisador usou esta técnica, tentando obter DNA dos insetos, o que falhou.

Mas e se escolhessem outro caminho para criar um dinossauro? Um caminho através de seus descendentes, as aves atuais, usando um método de evolução às avessas, transformando uma ave em um ser primitivo usando engenharia e manipulação genética.

Primeiramente aumentariam a cauda da ave até que fosse longa como a de um dinossauro, depois as penas deveriam ser reduzidas, o bico deveria apresentar dentes e o animal teria de ganhar massa muscular. Estas seriam algumas alterações, mas não é tão simples assim, pois criar um "pássarossauro" seria algo demorado e até absurdo, envolvendo questões éticas e filosóficas.

No documentário vemos a técnica que um geneticista usou para aumentar a cauda em embriões de galinha para se assemelhar à de um dinossauro, e, também como fez nascer dentes em uma galinha, embora os animais não tenham nascido.

Se é possível fazer isto, então criar um "galinhassauro" é viável, pelo menos retrocedendo o DNA de uma ave atual até fazer com que pareça um dinossauro.


3 comentários :

Henrique disse...

Eu vi o programa da discovery, e achei bem interessante e acho q com o avansso da genetica, talvez acabe sendo possivel, e vc ikessauro, o q vc acha?

Ikessauro disse...

Oi Henrique
Vejo que você é leitor assíduo do meu blog, muito bom ver que você curte o blog.

Bem, acredito que se encontrarem um fóssil com DNA preservado do dino, ou um método novo que permita reconstruir um DNA incompleto de dinossauro com facilitade e precisão, talvez vejamos algum dino vivo. Mas esta ideia de regressar evolutivamente uma ave moderna acho que não faria um dino, somente uma ave mutante; Pode ser que pareça um dino, mas não vai ser um dino...

luis vitor disse...

ikessauro na verdade uma galinha com caracteristicas de dinossauro vai ser um dinossauro.vou explicar:eles nao querem fazer uma ave com caracteristicas de dinossauro na verdade quando eles fizerem isso eles vao ter criado uma nova especie de dinossauro.eles substituriam as caracteristicas da galinha e botariam as dos dinossauros mais essa nao e a ideia que mais me intriga.a ideia que eu mais me enterecei foi a do larsson de criar 1 dinossauro igualzinho ao da pre-historia a partir da galinha.