Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



sábado, 10 de outubro de 2009

Alioramus altai: nova espécie acaba com uma dúvida existente há décadas

Crânio do Alioramus altai
© Frank Ippolito/AMNH
Os Tiranossaurídeos estão com a bola cheia este mês pessoal, pois um dinossauro parente do Tarbossauro e do Tiranossauro rex, chamado Alioramus altai foi descrito este mês devido a um novo achado fóssil, bem mais completo que o primeiro encontrado há vários anos atrás. Confira o que dizem os paleontologistas a respeito das características deste terópode expandindo a postagem.

Depois de encontrarem o magnífico Raptorex kriegsteini, sobre o qual já postei contando pra vocês a respeito aqui, mais um animal classificado como tiranossaurídeo se junta à lista de dinossauros asiáticos. O animal nomeado Alioramus altai é considerado parente dos tiranossauros, viveu no Cretáceo, provavelmente junto com o Tarbossauro e era muito interessante.

Ele tinha focinho mais fino mais longo e fino que os grandes tiranossauros, além de um protuberância assemelhada a chifres na cabeça, tudo em um corpo pequeno e delgado, próprio de um dinossauro ágil e habilidoso ao perseguir presas. Segundo Stephen Brusatte, estudante afiliado do Museu de História Natural Americano, os tiranossauros eram diversificados, eram animais de tamanhos variados, com hábitos diferentes. Ele disse que comparado ao Tiranosasureo rex e ao Tarbossauro, o A. altai é praticamente uma bailarina, devido à diferença de tamanho e agilidade.
Alioramus altai como deveria ser em vida
© Jason Brougham

Há anos se conhecia o gênero Alioramus, a partir de um fóssil encontado na Ásia e descrito por um paleontologista russo, como Alioramus remotus, mas devido ao estado precário de conservação do material, pouco se podia saber sobre o dinossauro. Com o novo achado, determinou-se a nova espécie, que recebeu o nome A. altai em referência às montanhas Altai na Mongólia, e novas características foram observadas, assim como as já mencionadas no início do texto, como características que contribuem para que o animal seja um eficiente predador e consumidor de carne.
Antes havia dúvida sobre a classificação do Alioramo, se era um Tiranossauro jovem, um Tarbossauro jovem ou uma espécie realmente diferente, o que acabou com este achado. Análises do fóssil revelam um crânio típico de tiranossauros, provando seu parentesco com os outros animais já conhecidos, mas o corpo diferente mostra que era realmente um animal novo e tais diferenças é que provavelmente permitiam que convivesse com o Tarbossauro, sem representar competição por território ou comida.
Foi na revista científica Proceedings of the National Academy of Sciences que os pesquisadores publicaram seu artigo descrevendo o bicho.

Fontes

2 comentários :

deck disse...

to com uma duvida sobre um dino é que ele é muito parçido com o TRex,o dino é o daspletosauro,eu quero saber se ele é um tiranosaurideo

Ikessauro disse...

É sim um tiranossaurídeo.