Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



quarta-feira, 18 de janeiro de 2012

Pampaphoneus biccai: um recém anunciado predador

Pampaphoneus caçando um Pareiasaurus
© Voltaire Neto

O Brasil não para de nos surpreender e até mesmo aos paleontólogos com uma gama enorme de répteis primitivos parecidos com os crocodilos. A cada ano pelo menos duas ou três espécies diferentes de carnívoros são descobertos, um mais incrível que outro. Mas desta vez, o animal descoberto nada tem a ver com um crocodilo, além de ter sido um réptil e de longe se assemelhar a alguns outros animais do grupo. Na verdade, o Pampaphoneus biccai, predador recém descrito e anunciado, encontrado no Rio Grande do Sul, é mais aparentado aos mamíferos do que aos crocodilos. Sua linhagem pertence ao grupo chamado Terápsidos, que posteriormente originous os primeiros mamíferos. Leia mais sobre isso no resto do artigo.

©Voltaire Neto

O Pampaphoneus viveu no período Permiano, há 260 milhões de anos atrás, antes mesmo do primeiro dinossauro surgir. O fóssil foi achado na fazendo do seu José Bicca, em São Gabriel, a 330 km de Porto Alegre. O nome do animal quer dizer "Matador dos Pampas do Bicca", sendo biccai uma homenagem ao seu José.

O crânio do animal mede 35 centímetros de comprimento e está bem preservado mostrando dois enormes caninos que o animal possuía. Com cerca de 3 metros de comprimento o Pampaphoneus era um dos maiores predadores da região.
Crânio fóssil e reconstrução
© Voltaire Neto

Juan Carlos Cisneros, especialista que ajudou na descoberta afirma que dá para saber que era um predador apenas olhando nos dentes caninos enomes. “Eles prendiam melhor a presa que os caninos de um leão, hoje.” Segundo Cisneros “A descoberta desse fóssil mostra que havia um corredor biológico que ligava o Brasil ao que hoje conhecemos como Rússia e África do Sul”, pois foram encontrados nesses países alguns animais muito parecidos com estes que recentemente vem surgindo no Brasil. Provavelmente durante o Permiano estas regiões estavam conectadas.
© Juan Cisneros
© Voltaire Neto

Fonte
  • O Estadão

3 comentários :

Lucas Mateus disse...

Eu postei esta postagem para li dizer uma novidade acho que encontrei fosseis de ovos de dinossauros no quintal da minha velha cassa.

Kátia Bertoncello disse...

Muito interessante esta descoberta do Pampaphoneus Biccai, ainda mais por ter sido em território gaúcho.Os desenhos são perfeitos, parecem reais. O Pampaphoneus nos lembra um pouco o Dragão de Komodo.
Parabéns.

Igor H. R. Oliveira disse...

Boa postagem, mas o animal sendo caçado por pampaphoneus na primeira e ultima imagem, apesar de pertencer a superfamília pareiasauroidea, não pode ser um pareiasaurus pois este não viveu no Brasil, o correto não seria provelosaurus já que este pertence a mesma superfamília e viveu no Brasil também em Paleorrota?