Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



domingo, 2 de março de 2008

O "Sapo do Capeta"

Beelzebufo comparado a uma rã atual
© Luci Betti-Nash/Dan Klores Communications
Foi descoberto recentemente um sapo gigante que vivia entre os dinossauros. Ha 70 milhões de anos atrás ele vivia onde hoje é a ilha de Madagascar. Para saber tudo sobre o "sapo do capeta", clique para expandir a postagem e leia o texto completo.

Medindo 40 centímetros e pesando 5 kg, até hoje é o maior sapo a ter pisado na face da terra que foi descoberto. Foi noemado de Beelzebufo que significa "sapo do capeta" ou "sapo-demônio". Tinha dentes afiados e uma pele duríssima. Ele é sonsiderado parente das atuais rãs de Madagáscar e comparado com o maior sapo atual, o Golias a África Ocidental que pesa pouco mais de 3 kg ele é bem maior. Nesta postagem se ve a comparação do Beelzebufo com uma rã atual e um lápis.
Segundo David Krause, da Universidade Stony Brook, nos Estados Unidos, o sapo era tão grande que poderia comer filhotes de dinossauros.
Os paleontólogos imaginam que ele viveu num clima semi-árido, ambiente em que usava de camuflagem para esconder-se e surpreender as presas desavisadas.

Fonte

1 comentários :

Brunochavesanimais disse...

Gostei, principalmente porque não exageraram no tamanho dele, ocmo fizeram com o megaraptor e o Amphicoelias, gostei desse sapo, vou fazer uma postagem sobre ele futuramente, mas podem ter existido maiores.