Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



quarta-feira, 14 de janeiro de 2009

Cinodonte brasileiro é apresentado ao público!

Ei, vocês lembram do fóssil de Cinodonte encontrado no Rio Grande do Sul no meio do ano passado? Eu publiquei aqui numa postagem, lembro bem que o fóssil é um crânio bem preservado, confiram a postagem clicando aqui. Agora este achado volta à tona, para uma apresentação formal ao público, que você confere nesta postagem.

Esse fóssil é importante por ser muito difícil de encontrar, raridade que faz dele uma grande descoberta, pois restos desses animais foram encontrados somente na África, com idade aproximada de 242 milhões de anos. Isso pode reforçar a teoria de que a América do Sul e África eram ligadas o período Triássico, tendo uma fauna apenas, que com a separação dos continentes dividiram-se em dois grupos e acabaram evoluindo de forma diferente. Mais do que isso, comprova a existência do supercontinente Pangea, massa de terra única formada por todos os continentes que hoje encontram-se separados. Fósseis deste tipo já haviam sido encontrados no Rio Grande do Sul, mas eram apenas pequenos fragmentos, pedacinhos de crânios, porém este está bem conservado e quase inteiro.

Crânio do cinodonte nomeado de Luangwa
© Ulbra

Foi marcado como Ulbra PVT-049, e foi encontrado por Lúcio Roberto da Silva, da Ulbra em uma pesquisa no campo. O fóssil estava próximo a um açude, encravado na rocha. Agora este fóssil vai ajudar a estudar a espécie, sua evolução e consequentemente a dos mamíferos, pois este animal era um tipo de mamífero misturado com réptil que viveu no Triássico. Esse exemplar fóssil foi nomeado de Luangwa, em homenagem ao outro fóssil encontrado no Vale de Luangwa em Zâmbia, África. O Luangwa chegaria a medir 80 centímetros de comprimento e 60 centímetros de altura e pesaria em torno de 12 quilos.

Fonte

1 comentários :

dimi_borba disse...

O animal recebeu o nome de "Luangwa" (pois fósseis anteriores haviam sido encontrados no Vale de Luangwa, em Zâmbia - África). O crânio mede 15 centímetros e o cinodonte, em vida, chegaria a 80 centímetros de comprimento, 60 centímetros de altura e 12 quilos.
A descoberta é muito importante, pois é uma prova da existência do supercontinente Pangéia.