Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



terça-feira, 29 de setembro de 2009

Monstros dos Céus (Sky Monsters)

Fóssil de um pterossauro sob luz ultravioleta
© National Geographic Channel

Em"Monstros dos Céus" o tema central é, como muitos podem já ter deduzido, a vida, as características e curiosidades sobre Pterossauros, répteis voadores que conviveram com os dinossauros durante a Era Mesozóica. Diversas teorias são apresentadas sobre como deveriam ser. Para ler um pequeno resumo do documentário e ver fotos que são também papéis de parede, basta expandir a postagem.

Inicio com uma lista dos animais que notei e pude reconhecer no documentário, que foi produzido pelo National Geographic Channel e tem duração média de 45 minutos.
O documentário é focado em nos explicar o que são pterossauros, quando viveram, suas principais características físicas, como aparência, caudas, cristas, tamanhos. Formas dos bicos, metabolismo, reprodução e principalmente evolução do voo através destes que foram os primeiros vertebrados voadores do planeta Terra.
Primeiro conhecemos um pouco sobre a aparência física deles, descobrimos que alguns tinham caudas e outros não, alguns tinham cristas, outros possuíam bicos estravagantes. Vemos animais enormes como o Quetzalcoatlus e pequenos como o Pterodactylus, além de assistir os paleontólogos falando da hipótese de alguns terem uma espécie de pelagem.
Fóssil de um Pterodactylus
© National Geographic Channel

Finalmente os cientistas resolvem, com a ajuda de escultores e especialistas em aeromodelos, montar um pterossauro robótico que pudesse voar de verdade e provar, definitivamente, se os animais reais podiam voar mesmo ou só viviam no solo, planando de um local alto para algum ponto abaixo deste.
O modelo, embora não tenha sido mencionado, parece e deve ser um Anhanguera, devido à característica quilha presente na ponta dos bicos, tanto superior quanto inferior. Inicialmente foi construída a estrutura base do pterossauro, apelidado de "Herchy" (não sei qual é a grafia correta, pois não há legenda no DVD que vi) significando um diminutivo de Hércules.
Modelo em processo de fabricação
© National Geographic Channel

Após construído, o robô foi levado a uma pista de voo para testes, onde aeromodelistas usam seus aviões em miniatura. Um aeromodelista com experiência em controlar estes modelos voadores é chamado para tentar guiar o pterossauro em sua primeira experiência de voo. O modelo subiu até que com facilidade, mas não pairou no ar por muito tempo, caindo e infelizmente ficando danificado.
Com os consertos necessários, algumas modificações e agora com um paraquedas para evitar danos, Herchy volta a voar...

2 comentários :

meyre disse...

vcs sabem me dizer alguma cobra gigante , mostruosa que da medo!!kk desse tempo dos dinossauros ????? obrigada!

Patrick disse...

Da época dos dinossauros não conheço, mas sei da Titanoboa, que viveu depois dos dinos, e era enorme, uns 15 metros.