Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



sexta-feira, 5 de março de 2010

Dinossauros surgiram antes do que se pensava

Asilisaurus kongwe
© Marlene Hill Donnelly

Novamente a Tanzânia nos surpreende com bons restos de animais da Era Mesozóica e desta vez o animal contribui para entendermos o surgimento dos dinossauros, durante o Triássico. O animal encontrado é um réptil do grupo chamado Silessauros, animais com parentesco forte com dinossauros, mas que não são dinossauros verdadeiros. Para saber mais sobre o novo silessauro, nomeado como Asilisaurus kongwe, acesse o restante da postagem.


Um esqueleto quase completo foi montado a partir de ossos de 14 exemplares de Asilisaurus encontrados em rochas que datam de pelo menos 245 milhões de anos atrás, do Triássico médio. Tais fósseis estão dando aos paleontólogos uma boa noção de como era o animal.

Ele seria um silessauro quadrúpede, com cerca de 1 metro de altura e 3 de comprimento, tendo sido herbívoro, o que deduziu-se pelos dentes, triangulares, alojados em uma mandíbula baixa com uma ponta em forma de bico, característica que se observa em dinossauros herbívoros.
Apesar de comer mais plantas, deve ter sido capaz de comer carne, o que fazia para complementar a dieta com alimento rico em proteínas.

Segundo o que divulgaram em seu estudo na revista Nature, os pesquisadores acreditam agora que os dinossauros surgiram há pelo menos 240 milhões de anos e não há 230 milhões, com uma diferença de 10 milhões de anos, tempo este em que os silessauros puderam evoluir em verdadeiros dinossauros, um avanço em tanto em um curto período de tempo se comparado à idade geológica do planeta Terra.

O Dr. Sterling Nesbitt da Universidade do Texas é o líder da pesquisa e afirma que o achado prova que os dinossauros eram apenas 1 grupo de animais que viveu no Triássico, junto com inúmeros outros grupos, como crocodilos, Pterossauros e muitos outros animais.

O Dr. Nesbitt afirma que a descoberta "é excitante porque isso significa que ainda há muita coisa para ser descoberta".
Segundo pesquisas, o grupo dos silessauros é composto de répteis com características específicas, entre estas a presença de dentes triangulares e mandíbula baixa com bico.
Os Silessauros seriam primos dos dinossauros disse o Dr. Randall Irmis do Museu de História Natural de Utah, que também participou do estudo. Ele também afirma que "desde que nós temos uma linhagem da árvore genealógica, o outro ramo deve ter existido ao mesmo tempo. Então isso sugere que existiram muitos outros dinossauros primitivos que ainda não foram descobertos".
O primeiro Silessauro foi achado no ano de 2003 e desde então, oito outros espécimes foram encontrados ao redor do mundo.
Acreditam os pesquisadores que os silessauros viveram "só" 45 milhões de anos e então foram extintos, dando lugar aos seus parentes dinossauros que reinariam pelos próximos 180 milhões de anos.

Fonte

1 comentários :

maico disse...

eu senpre fiquei interessado em saber como foi o surgimento dos dinos!
eu, até então sabia que com o avanço dos anfibios começou o surgimento dos répteis como o crocodilo e o surgimento dos ancestrais dos mamiferos!
e os dinos tinham aparecido e praticamente acabado com a nossa evolução!