Às vezes o conteúdo que você procura não está na primeira página. Seja um paleontólogo no Ikessauro e procure aqui o conteúdo que deseja!



sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Predador X finalmente ganha um nome oficial

E aí, você lembra daquele bichão marinho encontrado perto do Ártico, apelidado pelos descobridores de "Predador X"? Foi aquele Pliossauro enorme, na época estimado em 15 metros de comprimento, parecido com o Liopleurodon. Pois é, depois de tanto tempo da descoberta o bicho finalmente ganhou um nome oficial, ou seja, um nome de gênero e espécie. Confira o restante do artigo para saber mais e conhecer o nome desse gigante.

O bicho que viveu há 150 milhões de anos é uma nova espécie, mas não era tão grande quanto se pensava antes. Ainda assim, com 12 metros, está entre os maiores répteis marinhos já descobertos. É o mesmo tamanho do T.rex, só que com uma mordida 4 vezes mais forte dizem os pesquisadores. Segundo Patrick Druckenmiller, co-autor do estudo e paleontólogo do Museu da Universidade do Alasca, "eles eram os predadores de topo no mar".
O nome que o animal recebeu agora integra o já existente gênero Pliosaurus. Seu nome agora é oficialmente Pliosaurus funkei, em homenagem à Bjorn e May-Liss Funke, os voluntários que primeiro encontraram o fóssil. O bicho encontrado na Ilha de Svalbard levou algum tempo para ser preparado e batizado, mas agora nos conta mais um pouquinho sobre como era a vida nos mares jurássicos, há 145 milhões de anos. Segundo os paleontólogos o bicho se alimentava principalmente de outros répteis do mesmo grupo, chamado Plesiossauros.
Lembrando que existem plesiossauros de pescoço longo com cabeça pequena, como o Elasmossauro, assim como existem os Pliossauros, que também são plesiossauros, mas que têm corpo diferente, pescoço curto e cabeça grande. Segundo as análises feitas o P. funkei tinha nadadeiras frontais mais longas que outros plesiossauros, vértebras diferenciadas e até o espaçamento entre dentes era diferente.
Mas os fósseis do P. funkei foram apenas dois dos quase 40 espécimens colhidos no sítio em Svalbard. Na edição de 12 de outubro o Norwegian Journal of Geology publica a descrição de dois novos Ictiossauros, um plesiossauro que seria a espécie jurássica com pescoço mais longo entre répteis marinhos e vários invertebrados. Repetindo o que disse Druckenmiller, "não encontramos apenas um nova espécie, mas acabamos descobrindo um ecossistema inteiro".

 

2 comentários :

Igor H. R. Oliveira disse...

muito boa essa noticia, mas agora fiquei com uma duvida, eu pude encontrar diferentes medidas para a modida do t-rex, encontrei 4, 6 e 20 toneladas. Quando disseram que sua mordida tem quatro vezes a mordida do t-rex que medida eles tinham em mente? O predator X tinha uma mordida de 16, 24 ou 80 toneladas?

Patrick disse...

Acho que 20 toneladas é exagero pra mordida do rex. Sempre li que girava em torno das 4 toneladas.